Compartilhar
Informação da revista
Vol. 01. Núm. 12.
Páginas 61-72 (Julho 2020)
Compartilhar
Compartilhar
Baixar PDF
Mais opções do artigo
Vol. 01. Núm. 12.
Páginas 61-72 (Julho 2020)
Acesso de texto completo
Uso de maconha em pacientes com doença cardiovascular. Tópico de Revisão Semanal do JACC
Visitas
...
Ersilia M. DeFilippisa, Navkaranbir S. Bajajb, Amitoj Singhc, Rhynn Malloyd, Michael M. Givertzd, Ron Blanksteind, Deepak L. Bhattd, Muthiah Vaduganathand
a Columbia University Irving Medical Center, New York, New York, EUA.
b University of Alabama at Birmingham, Birmingham, Alabama, EUA.
c Sarver Heart Center, University of Arizona, Tucson, Arizona, EUA.
d Brigham and Women´s Hospital Heart & Vascular Center and Harvard Medical School, Boston, Massachusetts, EUA.
Informação do artigo
Resumen
ResumoO uso da maconha está aumentando conforme mais estados legalizam a cannabis tanto para fins medicinais quanto recreativos. Dados de um levantamento nacional estimam que >2 milhões de norte-americanos com doenças cardiovasculares estabelecidas usam atualmente ou já utilizaram maconha em suas mais variadas formas, incluindo inalação e cigarro eletrônico. Os receptores de canabinoides estão distribuídos em diversos leitos teciduais e células, incluindo plaquetas, tecido adiposo e miócitos. Dados observacionais sugerem associações entre maconha e uma ampla gama de riscos cardiovasculares adversos. A maconha está se tornando cada vez mais potente, e fumar maconha traz praticamente os mesmos riscos para a saúde cardiovascular do que fumar tabaco. Canabinoides sintéticos foram relacionados a efeitos farmacodinâmicos mais sustentados e mais deletérios. A maconha está classificada como substância da Lista I, o que limita o estudo rigoroso dos seus efeitos para a saúde cardiovascular. Esta revisão resume as considerações cardiovasculares relacionadas ao uso de maconha, interações farmacológicas e futuros passos para fornecer diretrizes mais claras quanto à sua segurança cardiovascular. O rastreio para o uso de maconha é incentivado, especialmente em pacientes jovens com doença cardiovascular. (J Am CollCardiol 2020;75:320-32) © 2020 pela American College of Cardiology Foundation.
O texto completo está disponível em PDF
JACC. Ediçao em potugués

Receba a nossa Newsletter

Opções de artigo
Ferramentas

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos?

Política de cookies
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.