Compartilhar
Informação da revista
Vol. 01. Núm. 15.
Páginas 113-125 (Março 2021)
Compartilhar
Compartilhar
Baixar PDF
Mais opções do artigo
Vol. 01. Núm. 15.
Páginas 113-125 (Março 2021)
Acesso de texto completo
Manejo antitrombótico do tromboembolismo venoso. Seminário Focado do JACC
Visitas
...
Elizabeth Rennera, Geoffrey D. Barnesa
a Centro Cardiovascular Frankel, University of Michigan, Ann Arbor, Michigan, EUA.
Informação do artigo
Resumen
RESUMO.O tromboembolismo venoso (TEV) é um grande peso para a saúde pública. O manejo da anticoagulação é a base do tratamento para a grande maioria dos pacientes. A introdução de quatro anticoagulantes orais diretos a partir de 2010 afetou significativamente a seleção de anticoagulantes para pacientes com TEV. O tratamento do TEV é composto por três fases: tratamento inicial (primeiros 5 a 21 dias), tratamento primário (primeiros 3 a 6 meses) e prevenção secundária (após os 3 a 6 meses iniciais). Atualmente, há estratégias de anticoagulação apenas oral disponíveis, que usam terapia com apixabana ou rivaroxabana e começam na fase inicial do tratamento. Além disso, a anticoagulação em baixas doses com apixabana ou rivaroxabana pode ser usada na fase de prevenção secundária nos pacientes apropriados. O uso de anticoagulantes orais diretos é atualmente defendido para diversos pacientes com TEV associado ao câncer. A seleção e o monitoramento adequados de anticoagulantes continuam sendo um elemento crítico do cuidado de alta qualidade a pacientes com TEV. (J Am Coll Cardiol 2020;76:2142-54) © 2020 pela American College of Cardiology Foundation.
O texto completo está disponível em PDF
JACC. Ediçao em potugués

Receba a nossa Newsletter

Opções de artigo
Ferramentas

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos?