Compartilhar
Informação da revista
Vol. 01. Núm. 12.
Páginas 15-25 (Julho 2020)
Compartilhar
Compartilhar
Baixar PDF
Mais opções do artigo
Vol. 01. Núm. 12.
Páginas 15-25 (Julho 2020)
Acesso de texto completo
Angiotomografia coronariana em pacientes com síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do segmento ST
Visitas
...
Jesper J. Lindea, Henning Kelbækb, Thomas F. Hansenc, Per E. Sigvardsena, Christian Torp-Pedersenc, Jan Bechd, Merete Heitmannd, Olav W. Nielsend, Dan Høfstena, Jørgen T. Kühlb, Ilan E. Raymondd, Ole P. Kristiansend, Ida H. Svendsend, Maria H.D. Vall-Lamorad, Charlotte Kragelundc, Martina de Knegta, Jens D. Hovee, Tem Jørgensene, Gitte G. Fornitze, Rolf Steffensenf, Birgit Jurlanderf, Jawdat Abdullag, Stig Lyngbækg, Hanne Elmingb, Susette K. Therkelsenb, Erik Jørgensena, Lene Kløvgaarda, Lia Evi Banga, Peter Riis Hansenc, Steffen Helqvista, Søren Galatiusc, Frants Pedersena, Ulrik Abildgaardc, Peter Clemmensenh, Kari Saunamäkic, Lene Holmvanga, Thomas Engstrøma, Gunnar Gislasonc, Lars V. Købera, Klaus F. Kofoeda
a Departamento de Cardiologia, Rigshospitalet, University of Copenhagen, Copenhagen, Dinamarca.
b Departamento de Cardiologia, Zealand University Hospital, Roskilde, Slagelse & Holbæk, Roskilde, Dinamarca.
c Departamento de Cardiologia, Herlev-Gentofte Hospital, University of Copenhagen, Copenhagen, Dinamarca.
d Departamento de Cardiologia, Bispebjerg and Frederiksberg Hospital, University of Copenhagen, Copenhagen, Dinamarca.
e Departamento de Cardiologia, Hvidovre and Amager Hospital, University of Copenhagen, Copenhagen, Dinamarca.
f Departamento de Cardiologia, Hillerød Hospital, University of Copenhagen, Copenhagen, Dinamarca.
g Departamento de Cardiologia, Glostrup Hospital, University of Copenhagen, Copenhagen, Dinamarca.
h Departamento de Cardiologia Geral e Intervencionista, University Heart Center Hamburg, University Clinic Hamburg- Eppendorf, Hamburgo, Alemanha.
Informação do artigo
Resumen
CONTEXTOEm pacientes com síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do segmento ST (SCASSST), a patologia coronariana pode variar de vasos estruturalmente normais a doença arterial coronariana. OBJETIVOSO objetivo deste estudo foi testar se a angiotomografia coronariana (ATC) pode ser usada para descartar estenose coronariana ≥50% em pacientes com SCASSST. MÉTODOSO estudo VERDICT (Very Early Versus Deferred Invasive Evaluation Using Computerized Tomography in Patients With Acute Coronary Syndromes, NCT02061891) avaliou o desfecho de pacientes com SCASSST confirmada randomizados 1:1 para angiografia coronariana invasiva (ACI) muito precoce (em até 12 h) ou padrão (48 a 72 h). Como componente observacional do estudo, a ATC foi realizada de forma cega antes da ACI nos dois grupos. O desfecho primário foi a capacidade da ATC de descartar estenose coronariana (estenose ≥50%) em toda a população, expressa como valor preditivo negativo (VPN), usando a ACI como padrão de referência. RESULTADOSA ATC foi realizada em 1.023 pacientes — muito precoce, 2,5 h [intervalo interquartil (IIQ): 1,8 a 4,2 h], n = 583; e padrão, 59,9 h (IIQ: 38,9 a 86,7 h); n = 440 após o diagnóstico de SCASSST. Estenose coronariana ≥50% foi encontrada por ATC em 68,9% dos pacientes e por ACI em 67,4%. O VPN por paciente da ATC foi de 90,9% [intervalo de confiança (IC) de 95%: 86,8% a 94,1%] e o valor preditivo positivo, a sensibilidade e a especificidade foram de 87,9% (IC95%: 85,3% a 90,1%), 96,5% (IC95%: 94,9% a 97,8%) e 72,4% (IC95%: 67,2% a 77,1%), respectivamente. O VPN não foi influenciado pelascaracterísticas dos pacientes ou pelo perfil de risco clínico e foi semelhante nos grupos de estratégia muito precoce e padrão. CONCLUSÕESA ATC apresenta alta acurácia diagnóstica para descartar doença arterial coronariana clinicamente significativa em pacientes com SCASSST. (J Am Coll Cardiol 2020;75;453-63) © 2020 pela American College of Cardiology Foundation.
O texto completo está disponível em PDF
JACC. Ediçao em potugués

Receba a nossa Newsletter

Opções de artigo
Ferramentas

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos?

Política de cookies
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.