Compartilhar
Informação da revista
Vol. 1. Núm. 5.
Páginas 1-103 (Março 2019)
Compartilhar
Compartilhar
Baixar PDF
Mais opções do artigo
Vol. 1. Núm. 5.
Páginas 1-103 (Março 2019)
Acesso de texto completo
Substituição de valva aórtica transcateter em pacientes de baixo risco com estenose aórtica grave sintomática
Visitas
51
Ron Waksmana, Toby Rogersa, Rebecca Torgusona, Paul Gordonb, Afshin Ehsanc, Sean R. Wilsond, John Goncalvese, Robert Levittf, Chiwon Hahng, Puja Parikhh, Thomas Bilfingeri, David Butzelj, Scott Buchananj, Nicholas Hannak, Robert Garrettl, Federico Aschm, Gaby Weissmann, Itsik Ben-Dora, Christian Shultso, Roshni Bastiana, Paige E. Craiga, Hector M. Garcia-Garciaa, Paul Kolma, Quan Zoua, Lowell F. Satlera, Paul J. Corsoo
a Section of Interventional Cardiology, MedStar Washington Hospital Center, Washington, DC, EUA;
b Division of Cardiology, The Miriam Hospital, Providence, Rhode Island, EUA;
c Division of Cardiothoracic Surgery, Lifespan Cardiovascular Institute, Providence, Rhode Island, EUA;
d Department of Medicine, The Valley Hospital, Ridgewood, New Jersey, EUA;
e Cardiac Surgery Program, The Valley Hospital, Ridgewood, New Jersey, EUA;
f Department of Cardiology, Henrico Doctors?? Hospital, Richmond, Virginia, EUA;
g Department of Cardiothoracic Surgery, Henrico Doctors?? Hospital, Richmond, Virginia, EUA;
h Department of Medicine, Stony Brook Hospital, Stony Brook, New York, EUA;
i Department of Surgery, Stony Brook Hospital, Stony Brook, New York, EUA;
j Cardiovascular Service Line, Maine Medical Center, Portland, Maine, EUA;
k St. John Heart Institute Cardiovascular Consultants, St. John Health System, Tulsa, Oklahoma, EUA;
l St. John Clinic Cardiovascular Surgery, St. John Heart Institute Cardiovascular Consultants, St. John Health System, Tulsa, Oklahoma, EUA;
m MedStar Health Research Institute, MedStarWashington Hospital Center, Washington, DC, EUA;
n Department of Cardiology, MedStar Washington Hospital Center, Washington, DC, EUA;
o Department of Cardiac Surgery, MedStar Washington Hospital Center, Washington, DC, EUA.
Este item recebeu
51
Visitas
Informação do artigo

CONTexTO A substituição da valva aórtica transcateter (TAVR) é agora o padrão de tratamento para pacientes com estenose aórtica grave sintomática que são de risco extremo, alto ou intermediário para a substituição cirúrgica da valva aórtica (SAVR).

ObjeTIvOs Os autores buscaram avaliar a TAVR em um ensaio clínico prospectivo e multicêntrico com pacientes de baixo risco. Métodos O ensaio clínico Low Risk TAVR (Viabilidade da substituição da valva aórtica transcateter em pacientes de baixo risco com estenose aórtica grave e sintomática) foi o primeiro ensaio clínico de isenção de dispositivo de investigação aprovado pela agência norte-americana Food and Drug Administration (FDA) a se recrutar nos Estados Unidos. Este ensaio clínico conduzido por investigadores foi uma comparação prospectiva, multicêntrica e não cega a controles históricos do banco de dados da Society of Thoracic Surgeons (STS, Sociedade de Cirurgiões Torácicos). O desfecho primário foi mortalidade por todas as causas em 30 dias.

ResuLTAdOs Os autores recrutaram 200 pacientes de baixo risco com estenose aórtica grave sintomática em 11 centros para realização da TAVR. Os autores compararam os desfechos com uma coorte de controle de probabilidade inversa ajustada por ponderação de 719 pacientes submetidos a SAVR nas mesmas instituições usando o banco de dados da STS. Aos 30 dias, houve zero mortalidade por todas as causas no grupo de TAVR em comparação a 1,7% de mortalidade no grupo de SAVR. Houve taxa zero de acidente vascular cerebral (AVC) no hospital no grupo de TAVR em comparação a 0,6% de AVC no grupo SAVR. As taxas de implante de marca-passo definitivos foram semelhantes entre TAVR e SAVR (5,0% x 4,5%). As taxas de fibrilação atrial de início recente (3,0%) e tempo de internação (2,0 ± 1,1 dias) foram baixas no grupo de TAVR. Um paciente (0,5%) no grupo de TAVR teve regurgitação paravalvar >leve aos 30 dias. Quatorze por cento dos pacientes com TAVR apresentaram evidência de trombose subclínica de folheto aos 30 dias.

CONCLusões O TAVR é seguro em pacientes de baixo risco com estenose aórtica grave sintomática, com baixas taxas de complicações de procedimento, curta internação, zero mortalidade e AVC incapacitante zero aos 30 dias. Trombose subclínica de folheto foi observada em uma minoria de pacientes com TAVR aos 30 dias. (Viabilidade da substituição da valva aórtica transcateter em pacientes de baixo risco com estenose aórtica sintomática e grave [Low Risk TAVR; NCT02628899]

Palavras-chave:
estenose aórtica, baixo risco, substituição da valva aórtica transcateter
O texto completo está disponível em PDF
JACC. Ediçao em potugués

Receba a nossa Newsletter

Opções de artigo
Ferramentas

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos?

Política de cookies
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.