Compartilhar
Informação da revista
Vol. 1. Núm. 4.Novembro 2018
Páginas 1-82
Compartilhar
Compartilhar
Baixar PDF
Mais opções do artigo
Vol. 1. Núm. 4.Novembro 2018
Páginas 1-82
Acesso de texto completo
Identificação de mecanismos fisiopatológicos em insuficiência cardíaca com fração de ejeção reduzida em comparação com preservada
Visitas
216
Jasper Trompa, B.. Daan Westenbrinkb, Wouter Ouwerkerkc, Dirk J. van Veldhuisenb, Nilesh J. Samanid, Piotr Ponikowskie, Marco Metraf, Stefan D. Ankerg, John G. Clelandh, Kenneth Dicksteini, Gerasimos Filippatosj, Pim van der Harstb, Chim C. Langk, Leong L. Ngd, Faiez Zannadl, Aelko H. Zwindermanc, Hans L. Hillegeb, Peter van der Meerb, Adriaan A. Voorsb
a Department of Cardiology, University of Groningen, Groningen, Países Baixos; National Heart Centre Singapore, Cingapura; Duke-NUS Medical School, Singapore, Cingapura;
b Department of Cardiology, University of Groningen, Groningen, Países Baixos;
c Department of Epidemiology, Biostatistics & Bioinformatics, Academic Medical Center, Amsterdam, Países Baixos;
d Department of Cardiovascular Sciences, University of Leicester e NIHR Leicester Biomedical Research Centre, Glenfield Hospital, Leicester, Reino Unido;
e Department of Heart Diseases, Wroclaw Medical University e Cardiology Department, Military Hospital, Wroclaw, Polônia;
f Institute of Cardiology, Department of Medical and Surgical Specialties, Radiological Sciences and Public Health, University of Brescia, Brescia, Itália;
g Division of Cardiology and Metabolism??Heart Failure, Cachexia & Sarcopenia, Department of Cardiology (CVK) e Berlin-Brandenburg Center for Regenerative Therapies (BCRT), na Charité University Medicine, Berlin, Alemanha;
h Robertson Centre for Biostatistics, Institute of Health and Wellbeing, University of Glasgow, Glasgow Royal Infirmary, Glasgow, Reino Unido;
i University of Bergen, Stavanger University Hospital, Stavanger, Noruega;
j National and Kapodistrian University of Athens, School of Medicine, Department of Cardiology, Heart Failure Unit, Athens University Hospital Attikon, Athens, Grécia;
k Division of Molecular & Clinical Medicine, University of Dundee, Dundee, Reino Unido;
l Inserm CIC 1433, Université de Lorrain, CHU de Nancy, Nancy, França.
Este item recebeu
216
Visitas
Informação do artigo

CONTexTO São necessárias informações sobre diferenças fisiopatológicas entre insuficiência cardíaca com fração de ejeção reduzida (ICFER) em comparação com insuficiência cardíaca com fração de ejeção preservada (ICFEP).

ObjeTIvOs O objetivo deste estudo foi estabelecer vias biológicas especificamente relacionadas a ICFER e ICFEP.

MéTOdOs Os autores conduziram uma análise de rede para identificar correlações únicas de biomarcadores em ICFER e ICFEP, usando 92 biomarcadores de domínios fisiopatológicos diferentes em uma coorte de 1.544 de pacientes com insuficiência cardíaca (IC). Os dados foram validados de forma independente em 804 pacientes com IC. As redes foram enriquecidas com conhecimento existente sobre interações proteína-proteína e convertidos em vias biológicas unicamente relacionadas a ICFER, IC com fração de ejeção intermediária e ICFEP.

ResuLTAdOs Na coorte de índice (idade média de 74 anos; 34% mulheres), 718 (47%) pacientes apresentavam ICFER [fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE) <40%], e 431 (27%) pacientes apresentavam ICFEP (FEVE ≥50%). Um total de 8 (12%) correlações foi única para ICFER e de 6 (9%) para ICFEP. As proteínas centrais na ICFER foram peptídeo natriurético do tipo B N- erminal, fator 15 de diferenciação de crescimento, receptor tipo 1 interleucina I e fator 2 de transcrição de ativação, enquanto proteínas centrais na ICFEP foram subunidade da integrina beta 2 e beta 1 catenina. As vias biológicas na ICFER foram relacionadas à atividade do fator de transcrição de ligação ao DNA, metabolismo de proteína celular e regulação da biossíntese de óxido nítrico. As vias únicas em pacientes com ICFEP foram relacionadas à resposta de citocinas, organização da matriz extracelular e inflamação. As vias biológicas de pacientes com IC com fração de ejeção intermediária estavam entre ICFER e ICFEP.

CONCLusões A análise de redes mostrou que perfis de biomarcadores específicos para ICFER estão relacionados à proliferação celular e metabolismo, enquanto perfis de biomarcadores específicos para ICFEP estão relacionados à inflamação e à reorganização da matriz extracelular. (The BIOlogy Study to TAilored Treatment in Chronic Heart Failure [BIOSTAT-CHF]; EudraCT 2010-020808-29) (J Am Coll Cardiol 2018;72:1081-90) © 2018 publicado por Elsevier em nome da American College of Cardiology Foundation.

Palavras-chave:
biomarcadores, ICFEP, ICFER, análise de rede, fisiopatologia
O texto completo está disponível em PDF
JACC. Ediçao em potugués

Receba a nossa Newsletter

Opções de artigo
Ferramentas

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos?

Política de cookies
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.